Apoio ao Investidor

Rede de Parceiros

A SDE entra na interlocução com parceiros estratégicos e entidades de apoio segmentados abaixo dando todo o suporte que o empresário precisa.

 

ATRAÇÃO DE INVESTIMENTOS E INTERNACIONALIZAÇÃO

MDIC – Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços

Orgão integrante da estrutura da administração pública federal direta. Tem como missão formular, executar e avaliar políticas públicas para a promoção da competitividade, do comércio exterior, do investimento e da inovação nas empresas e do bem-estar do consumidor.

ABDI – Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial.

Tem como objetivo de promover a execução da política industrial, em consonância com as políticas de ciência, tecnologia, inovação e de comércio exterior.
Ligada ao MDIC, atua como elo entre o setor público e privado, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do País por meio de ações que ampliem a competitividade da indústria.
A Agencia dispõe, ainda, de flexibilidade, agilidade e capilaridade para atuar como instancia de promoção, monitoramento e avaliação do Plano Brasil Maior, congregando entidades públicas e privadas de programas, projetos e ações de natureza estratégica e operacional.

APEX – Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimento.

Atua na promoção de produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira.
A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.

FIEB – Federação das Indústrias do Estado da Bahia

Garante e incentiva a atuação integrada de todas as instituições que envolvem o Sistema FIEB, CIEB, SESI, SENAI CIMATEC e IEL, e a própria Federação, prestando serviços nos campos de educação e qualificação profissional; saúde e lazer; e difusão tecnológica.
faz parte ainda da estrutura da instituição o CIN – Centros Internacionais de Negócios, coordenada pela CNI – Confederação Nacional da Indústria e oferece soluções voltadas à internacionalização – tanto de indústrias potenciais exportadoras quanto para a expansão de mercado de empresas que já atuam internacionalmente. Presta, também, apoio à atração de investimentos externos e à cooperação empresarial.

 

QUALIFICAÇÃO DE MÃO DE OBRA E EMPREENDEDORISMO

IEL – Instituto Euvaldo Lodi

Tem como objetivo ajudar as empresas a ganharem em competitividade, por meio de linhas de atuação de Desenvolvimento de Carreiras e de Desenvolvimento Empresarial.
Ainda oferece serviços que, aplicados individualmente ou em conjunto, ajudam a melhorar os processos internos da empresa e colaboram com o seu crescimento, buscando estimular a inovação e a competitividade, por meio de assessorias e consultorias in company.

SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas

Parte integrante do Sistema S que objetiva auxiliar o desenvolvimento de micro e pequenas empresas, estimulando o empreendedorismo no País.
Atua também com foco no processo de formalização da economia por meio de parcerias com os setores público e privado, programas de capacitação, feiras e rodadas de negócios.
A SDE dialoga com todas as partes integrantes do Sistema S.

 

FEDERAÇÕES E ASSOCIAÇÕES DE CLASSE

FECOMÉRCIO – Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia.

Reúne e representa os sindicatos patronais desse setor.
No plano nacional, a Federação é vinculada à CNC, Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, representante máxima dos 4,5 milhões de empreendedores brasileiros do setor terciário.
A Fecomércio-BA é responsável pela administração regional do Sesc (Serviço Social do Comércio) e do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), instituições privadas e sem fins lucrativos que promovem ações nas áreas de educação, saúde, cultura e lazer, beneficiando comerciários e seus dependentes e toda a sociedade.

FAEB – Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia

É a interlocutora legal dos produtores rurais na Bahia, legalmente constituída e reconhecida pela Constituição Brasileira.
Instituição privada mantida pelos produtores rurais da Bahia, a FAEB é entidade sindical de grau superior, com sede e foro na cidade de Salvador. Faz parte do Sistema Sindical Rural e está integrada à CNA, Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, que congrega todas as Federações Estaduais e está sediada em Brasília.
Cuida de todo o ambiente do agronegócio, tais como: Tecnologia Agropecuária, Mercado e Cotações, Cursos e Treinamentos, Boletins Metereológicos, dentre outras.

FACEB – Federação das Associações Comerciais do Estado da Bahia

Foi criada para articular e coordenar a atuação das associações filiadas, representando e defendendo seus interesses. Ela contribui de forma decisiva para o fortalecimento do associativismo e do empreendedorismo no Estado da Bahia.

CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas

Tem como objetivo aproximar os diversos segmentos varejistas para tratar de interesses comuns ao comércio, propiciando um clima de cooperação e troca de informações e idéias.

CRECI-BA – Conselho Regional de Corretores de Imóveis.

Órgão que garante o registro profissional ao corretor imobiliário, fundamental no mercado de construção civil.

ACB – Associação Comercial da Bahia

Desenvolve uma ação dirigida preferencialmente a participar efetivamente do processo de decisão nas diversas áreas governamentais, trabalhar na redução da atividade do Estado nos setores produtivos da economia, notadamente naqueles em que compete com a livre iniciativa ou nos que devam, por natureza, serem afetos à empresa privada.

COFIC – Comitê de Fomento Industrial de Camaçari.

Associação empresarial privada, que representa mais de 90 empresas no Polo Industrial de Camaçari e em suas áreas de influência.
Atua em diferentes segmentos, como: químico/petroquímico, automotivo, celulose solúvel, metalurgia do cobre, têxtil, fertilizantes, pneus, energia eólico, fármacos, bebidas e serviços.
Suas atividades concentram-se prioritariamente nas áreas de meio ambiente, segurança industrial e patrimonial, saúde ocupacional, relações com o governo e comunidades vizinhas ao Complexo, desenvolvimento de pessoas e comunicação social e desenvolvimento de pessoas.
O Cofic atua como articulador, facilitador e coordenador de ações coletivas para atender os interesses de suas associadas.

As Câmaras de Comércio e Consulados na Bahia, também são partes importantes nesse processo e a Secretaria viabiliza a comunicação entre todos os atores envolvidos.