Comércio e Serviços

Dinâmico, é o setor que mais gera empregos e produz riqueza na Bahia.

PANORAMA DO SETOR

O Comércio e Serviço desempenham papel de relativa importância no contexto estadual e regional, gerando uma parte significativa da renda na economia do estado da Bahia. Mas para compreender a atual dinâmica é necessário levar em conta os impactos sofridos em decorrência da pandemia da Covid-19. Segundo a Junta Comercial do estado da Bahia, ao longo dos quatro primeiros meses foram encerradas 4.096 empresas no ramo comercial, representando 53% do total. Já o volume de Serviços na Bahia marcou retração de 21,0%, em abril de 2021. As causas desses resultados estão ligadas às medidas de distanciamento social e fechamento de atividades comerciais e de lazer.

Avaliando novo cenário, com a chegada da vacinação contra o Covid-19, nos dá tranquilidade e mais conforto para tomar as decisões de reabertura do comércio. Estudos mostram questões ligadas à inovação, mudanças no comportamento do cliente, negócios readaptados para o pós-pandemia, projetando assim a retomada da economia e  retorno das atividades de maneira presencial com segurança ou mesmo home office.

As empresas representam mais de 98% dos negócios e respondem por quase 70% dos empregos formais gerados, representando quase 26% do PIB do Estado da Bahia. O setor caracteriza-se por agregar maior concentração de microempresas e empresas de pequeno porte com 122.429 mil empresas, que representam cerca de 96,0% de todos os empreendimentos existentes na Bahia.

Crédito: Camila Souza / GOVBA

O ambiente do setor vai do pequeno ao grande varejo, passando pelo comércio de alimentos, vestuário, eletrodomésticos, áudio e vídeo, utilidades domésticas, além de serviços de manutenção, áreas de turismo.

No estado da Bahia  os  municípios  de Feira de Santana, Santo Antonio de Jesus  e Vitória da Conquista são destaque no setor de comércio e serviços.

Feira de Santana possui um importante e diversificado setor de comércio. Com uma economia forte, o município é o segundo maior pólo comercial da Bahia. O seu comércio abastece um grande número de municípios próximos, sendo que sua zona de influência atinge uma população de aproximadamente 1,5 milhões de pessoas.

Em Santo Antonio de Jesus está localizado um Distrito Industrial com competitividade das diversas empresas instaladas em bom nível, assegurada não somente pela demanda local/regional para os produtos ali fabricados, como também pela presença local de fornecedores de insumos, componentes, equipamentos e serviços, sejam eles físicos, financeiros ou tecnológicos.

O município de Vitória da Conquista se caracteriza como um importante entreposto comercial e de serviços, influenciando, aproximadamente, 80 municípios do norte do Estado de Minas Gerais e do Sudoeste do Estado da Bahia. Seu setor terciário sempre em expansão, tornando o município a terceira economia do interior da Bahia. Este cenário se justifica pela diversificação na oferta de serviços e ampliação do comércio que atraindo outras localidades regionais e dinamizando a economia local.

Com ações voltadas para a melhoria do ambiente de negócios, fortalecimento empresarial e apoio na identificação de oportunidades, o estado vem contribuindo para que o setor atinja um grande potencial de competitividade e inovação, que são cada vez mais determinantes para acelerar o desenvolvimento econômico e a produtividade.

As ações para melhoria do ambiente de negócios e fortalecimento empresarial envolvem o Fórum Regional Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, Serviço de Atendimento ao Empreendedor (SAE), Mercado Azul e a Plataforma Fique No Lar.

SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO EMPREENDEDOR (SAE)

Outra grande ação do governo do estado atua na orientação empresarial dos micro empreendedores individuais (MEI), microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP) que buscam a formalização dos seus negócios nesse espaço empresarial.

Com mais de 2.509 atendimentos realizados na cidade de Salvador e nos municípios de Camaçari, Lauro de Freitas, Feira de Santana, Itaberaba, Jacobina e Juazeiro, postos de atendimento nas unidades do SAC Cidadão. O empreendedor conta com uma equipe especializada que fornece orientação para o cadastramento de informações essenciais e orientação de financiamento, Microcrédito (Desenbahia), para micro e pequenos empreendedores, formais ou informais, para que possam investir em seus negócios.

Desataca-se também a parceria firmada entre a SDE, SEBRAE, DESENBAHIA, JUCEB, IBAMETRO ampliando os serviços já prestados e oferecendo adicionalmente orientação sobre às atividades desenvolvidas pelos parceiros, principalmente Cursos, Plano de Negócios, Radar SEBRAE Bahia e SEBRAETEC.

FÓRUM REGIONAL PERMANENTE DAS MPE’s

É um ambiente para o debate de idéias e construção de políticas públicas com mais de 40 entidades, voltadas para as MPEs. Trata-se de uma conjugação de esforços permanentes entre as entidades privadas de apoio e representação e a esfera pública. Através dos seus Comitês Temáticos, atua propondo soluções de fomento ao desenvolvimento e fortalecimento das MPEs, como o acesso às linhas de crédito e financiamento, acesso a mercados, simplificação e desburocratização e aumento da participação nas compras governamentais, garantindo o tratamento diferenciado e melhoria do ambiente de negócios.

O Fórum é presidido pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia.

FIQUE NO LAR

Plataforma que foi lançada no início da pandemia e foi primordial para dá suporte ao pequenos empresários, fruto entre a SDE, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do estado (SECTI) e o Instituto Federal do Ceará (IFCE), desenvolvedor da ferramenta.

Ferramenta Fique No Lar é uma plataforma digital  que tem por  objetivo  dá maior suporte  e contribuir para o   fortalecimento do pequeno negócio .

De fácil acesso para quem busca por informações ou para quem visa realizar o cadastramento, a ferramenta possibilita às empresas divulgarem seus produtos ou serviços, dando visibilidade às mesmas.  Acessada pelo endereço www.ifce.edu.br, o cadastro pode ser realizado por quem desejar, de maneira rápida e prática.

Na Bahia, a ferramenta já está presente em 417 municípios baianos, nos 27 territórios de identidade, e possui mais de 8.344 empreendimentos cadastrados, entre empresas de segmentos diversos formais e informais (Supermercado, Alimentação, Moda/Confecção, Lanchonete e Outros).

VANTAGENS EM INVESTIR NA BAHIA

• Implementação de programas e ações articulando com a base empresarial.

• Estímulos aos encadeamentos produtivos direcionados às micro e pequenas empresas.

• Grande mercado consumidor.

• Polos comerciais dinâmicos, consolidados e estruturados com grande potencial de crescimento.

• Facilidade na abertura de negócios.

OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTOS

• Implantação de Centros Logísticos de Distribuição (CDs)

PRINCIPAIS EMPRESAS INSTALADAS

 

ONDE O SETOR ESTÁ PRESENTE

Veja no mapa abaixo onde o setor é predominante no estado.